Projeto Tappo Arts, da Artefacto, leva talentos catarinenses a São Paulo

Deise Raspini, Ana Claudia Gerra, Philipe Siarcos, Fernanda Eicke, Gisela Eicke, Camila Saavedra e Mariana Pesca. Foto: Cleybi Trevisan

Na noite da última terça-feira, foi apresentado o projeto Tappo Arts, uma iniciativa da grife de móveis de luxo Artefacto, em São Paulo.

Os 117 profissionais, entre arquitetos e designers, que atuam nas mostras anuais nas lojas da marca em todo o país customizaram, cada um à sua maneira, o banco Tappo, um dos móveis mais atemporais e flexíveis do seu acervo. De 2 a 9 de dezembro, haverá um leilão beneficente por meio do site www.blombo.com, cuja renda líquida será integralmente direcionada a instituições filantrópicas do país.

De Floripa, as talentosas arquitetas Mariana Pesca e Camila Saavedra (artista plástica e produtora de conteúdo do Instagram @arquiteturaemdestaque) apresentaram o Tappo Bilro, uma simbiose entre natureza e cultura tradicional das vilas açorianas da Ilha. O trabalho simula a paisagem noturna à beira-mar, representando o contraste entre a água e a Lua, buscando valorizar a arte local através do uso da renda de bilro. Renda esta, produzida por rendeiras locais da Lagoa da Conceição e aplicada com técnicas de colagem e estêncil.

A dupla apresentou seu trabalho ao lado de grandes nomes da arquitetura nacional, como Chris Hamoui, João Armentano, Gilberto Elkis e Joia Bergamo. Parabéns, meninas, arrasaram!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui