Luxo sustentável de grife gaúcha de bolsas e calçados

Nova campanha da St Louise foi fotografada em Paris

Marca gaúcha que nasceu em julho de 2018, em Porto Alegre, a St. Louise tem o propósito de ser uma grife de bolsas e calçados que prioriza o design feminino contemporâneo e atemporal. A principal matéria-prima utilizada nas peças é o couro de pirarucu, um dos maiores peixes de água doce do mundo, encontrado na Amazônia.

Considerado couro de luxo e totalmente sustentável, ele era descartado incorretamente depois de consumido até a indústria têxtil e calçadista reaproveitá-lo para confecção de roupas, bolsas e acessórios. O cuidado com o produto começa na produção das peças, já que a diretora da St. Louise, Patrícia Kanarski, também comanda um curtume em Rondônia, norte do país.

FEITOS À MÃO

O couro produzido pela St. Louise é produzido de forma orgânica e livre de metais pesados (cromofree), proporcionando resistência e maciez ao produto. Os calçados são feitos manualmente por artesões em uma das melhores fábricas do Rio Grande do Sul e utiliza couro vacum (de boi) no solado. A grife é uma das poucas no Brasil regulamentada pelo Ibama. As coleções são coleções sazonais e não levam em consideração as tendências de cada temporada.

SUSTENTABILIDADE

O reaproveitamento da pele de pirarucu gera emprego e renda para famílias que vivem da pesca na região norte do Brasil e recoloca essa matéria-prima, que seria descartada no meio ambiente de forma incorreta, na economia, como um material nobre. As caixas para calçados são feitas a partir do reaproveitamento de resíduos da indústria e tem durabilidade que evitam o descarte no meio ambiente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui