Loft “Haven Home” é destaque na CASACOR SC

Foto: Fabio Severo

Em sua primeira participação em CASACOR, o arquiteto Mike Hoffmann uniu-se à arquiteta Lia Herrmann para apresentar o loft Haven Home, na mostra que se realiza em Balneário Camboriú até dia 18 de agosto.

Idealizado para um jovem médico, o espaço, de 47 metros quadrados, ressalta o prazer de estar em casa, em meio a uma arquitetura leve e purista, mas ao mesmo tempo, altamente conceitual, com detalhes arquitetônicos pensados para este personagem. O décor tem uma pegada masculina e urbana. Os exageros são dispensados, trazendo uma linha mais equilibrada e funcional.

“Partindo de uma base neutra nas cores, dando destaque ao tom azul, apostamos no mix de materiais, como pedra, madeira, ferro, granito e mármore, além de tecidos como couro, linho e crochê. Tudo para proporcionar aconchego, conforto e relaxamento”, afirma Mike. 

Em total conexão e integração com a natureza, foi criado um jardim interno em frente à suíte, que funciona também como local de estudos. A cama, dividida em duas bases, foi lançada na Feira de Milão, na Itália, deste ano. As linhas retas do estúdio fazem contraponto com móveis de design, como as banquetas e a luminária de chão, de Fernando Zanardi, a poltrona, de Bruno Folks, e o o sofá, da Natuzzi Editions

A mesa de estudos foi desenhada pelos arquitetos e seguiu o mesmo padrão do guarda-roupa aberto, em ferro preto. Para deixar entrar luz natural no espaço, o painel, que divide a suíte do living, foi recortado a laser em um desenho regular. 

No banheiro, a aposta foi na cor preta, com a utilização de dekton na pia e porcelanato escuro no teto e na parede, além da extensão do jardim natural que vem da suíte. 

“Deixamos o mesmo destaque do teto no espelho. Esse desenho é para deixar as peças mais abertas e despretenciosas, sem fixar o espelho à parede, como é comumente utilizado”, conta Lia.

A aposta para o projeto luminotécnico foi alguns pontos de luz, além de luminárias no chão. A cozinha se integra à adega de vinhos, e funciona também como espaço para receber e fazer refeições rápidas. 

Na parede externa da casa, o artista plástico Diego José Koraleski, mais conhecido como Diant, desenhou um lobo, em alusão à força e à personalidade do morador.

“Dentro desse conceito também está a conexão com as árvores e a intenção de promover um refúgio em casa, mesmo morando na cidade”, observam os profissionais. 

Veja mais fotos do ambiente:

Fotos: Fabio Severo

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui