Aberta as inscrições para o Top 100 Kaza

Já estão abertas as inscrições para o Top 100 Kaza, prêmio que reconhece os melhores trabalhos de arquitetura e de interiores desenvolvidos por profissionais da Grande Florianópolis. Promovido pela Revista Kaza e o Shopping Casa & Design, o concurso chega ao 12o. ano e se consolida como um dos mais inclusivos prêmios do setor. Com um critério diferenciado de escolha dos projetos vencedores – envolvendo comissão julgadora formada por especialistas, lojistas e votação popular por meio das redes sociais – o Top 100 Kaza reconhece desde profissionais consolidados no mercado catarinense como também novos escritórios em atuação na região.

“O concurso de projeto é sem dúvida a maneira mais democrática de se escolher uma solução para um problema de arquitetura ou urbanismo ou mesmo de se avaliar e comparar a qualidade de uma determinada produção de projetos”. A opinião é do professor Carlos Alberto Barbosa, coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo na Univali e jurado do prêmio Top 100 Kaza nos últimos três anos.

O prazo para inscrição e entrega dos projetos encerra no dia 31 de maio. O resultado do concurso será divulgado em 21 de junho – os cinco projetos vencedores terão seus trabalhos publicados na edição especial da Revista Kaza, junto com os selecionados de todo o país, e receberão a premiação durante evento que acontece no mês de outubro, em Punta Cana (República Dominicana).

“O interessante deste concurso é a oportunidade do profissional mais experiente continuar mostrando e publicando sua produção e ao mesmo tempo os novos talentos terem um espaço, importante e de grande credibilidade, para iniciarem a montar e exibir seu portfólio de projetos”, ressalta o professor Carlos Alberto, que também é representante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo em Santa Catarina (CAU/SC). Segundo ele, este mix de profissionais mais experientes e jovens talentos é muito importante: é a experiência se mesclando com a renovação”.

O concurso é restrito a arquitetos, designers e decoradores – cada profissional/projeto pode inscrever apenas um projeto. Quem ainda não estiver cadastrado no Clube Casa & Design deve preencher o formulário pelo site:  http://www.shoppingcasaedesign.com.br/cadastro/

Tendências da arquitetura contemporânea

Professor e jurado Carlos Alberto Barbosa destaca como o modelo de escolha do concurso – unindo especialistas, mercado e voto popular – ajuda a fortalecer a arquitetura e o design catarinense

“Quem vai participar de um concurso tem que estar preparado para ser verdadeiro com os conceitos e referências em que acredita e admira. É importante que o participante da disputa tenha conhecimento pleno do objeto de concurso mas que, além disto, ele esteja conectado com o que realmente acredita. Saber das novas tendências ajuda, mas o mais importante é como o autor coloca isto dentro de seu conceito inicial de projeto”, propõe o professor a quem pretende se inscrever no Top 100 Kaza.

Ele destaca, entre as principais tendências contemporâneas, a importância que as pessoas dão à qualidade dos espaços que utilizam. “Os espaços de habitar estão cada vez mais compactos e os espaços de trabalho e lazer estão mais complexos e mais compartilhados. Dentro destas perspectivas, novas tendências na arquitetura de interiores são percebidas nos projetos: materiais de alta durabilidade e com maior resistência, a automação dos espaços através de novos sistemas de tecnologia da informação facilitando as atividades dos usuários e principalmente os ambientes sustentáveis, aqueles em que os mobiliários, objetos e materiais ultrapassam o valor econômico e tem um valor cultural e de sustentabilidade ambiental e social agregados”, resume.

Um olhar para os valores das novas gerações

O nosso modo de viver mudou e está mudando de uma maneira vertiginosa, opina Carlos Barbosa. “As novas gerações têm valores diferentes de como encarar a vida e o trabalho. A tendência é realmente habitarmos espaços menores mas mais automatizados, enquanto  trabalhamos em espaços maiores, compartilhados, mas também com mais tecnologia. Os projetos que entendem estas mudanças vão ajudar a construir as novas formas de viver, habitar e trabalhar”, explica.

Participante da comissão julgadora do Top 100 Kaza nos últimos anos, ele tem destacado a evolução dos projetos vencedores: “é uma honra como profissional ter sido convidado para ser jurado nesta premiação. O concurso está em constante evolução de seu formato e da maneira pelo qual os inscritos são avaliados na categorias. Ele ter se tornado mais inclusivo em sua premiação abre espaço para a participação de novos profissionais. Vida longa ao Top 100 Kaza!”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui